DST OU IST?

dst-ist

Você já deve ter observado que em algumas publicações encontramos o termo DST (Doença Sexualmente Transmissível) enquanto em outras encontramos IST (Infecção Sexualmente Transmissível), mas qual é a correta?

A Organização Mundial de Saúde (OMS) recomenda que seja substituído o termo DST por IST, que vem sendo utilizado desde 1999, pois o mesmo é mais abrangente.

O fato é que há diferença no conceito de infecção e de doença. Vejamos:

Infecção – é a invasão, contaminação, do organismo hospedeiro por outro organismo, tais como vírus, bactérias, fungos e protozoários, esta forma é chamada de infecção exógena, seria a infecção pelo vírus HIV, por exemplo. A infecção também pode ocorrer caso um microorganismo que já existe no corpo humano passe a se multiplicar de forma desregulada ou em um tecido inapropriado, esta forma é a infecção endógena, é o que pode causar, por exemplo, a vaginose bacteriana, que afeta o trato genital das mulheres.

Doença – alteração dos processos fisiológicos que perturba o funcionamento adequado do organismo e se exterioriza pelos sintomas/sinais. A doença pode ser causada por diversos fatores, tais como: genéticos, ambientais, substâncias ou agentes infecciosos.

Desta forma é possível você ter uma infecção sem ter uma doença (infecção assintomática) ou desenvolver uma doença devido à infecção.

Sendo assim, o termo IST é considerado mais abrangente, pois é relativo a infecções sexualmente transmissíveis em geral, sejam assintomáticas ou com doença instalada. Exemplificando: a pessoa contaminada com o vírus HIV pode passar anos assintomática (sem doença), só após a diminuição excessiva das defesas do organismo passa a ser considerada doente de aids. Podemos dizer que se falamos de DST nos referimos à aids e se falamos de IST à infecção pelo HIV.

Faça um comentário